5 de dez de 2011

Dicas para escolher sapatos...




 Acredite: é sempre bom investir em pares confortáveis, que podem “levar” você a todos os lugares, das 10 da manhã às 10 da noite.

Pense: é muito melhor ter um sapato de boa marca do que cinco mais baratos, de qualidade duvidosa.

* Bico fino ou redondo? Salto baixo ou altíssimo? Todas as possibilidades estão na moda, depende apenas de onde você vai usar o sapato e com que tipo de roupa. Vestido de festa pede sapato de salto e bico mais finos; jeans skinny caem bem tanto com sapatilhas como com sapato de salto mais grosso. Mas, convenhamos: você não vai ao banco, nem a um almoço em um sítio, de salto dez!

* Antes de escolher a cor, escolha o modelo que se adapte bem ao seu pé.

* Nada pior do que não conseguir se equilibrar no salto, perder o apoio, ou dar passos curtos porque o sapato está apertando os pés. Conforto vem em primeiro lugar, ainda que você tenha se apaixonado pelo modelo da vitrine, experimentando e sentido que, tudo bem, vai ter uma dorzinha de cabeça no futuro.

* Sapato tem cor, sim! Além dos tradicionais preto, marrom-café e bege, você pode comprar pares verde-oliva ou uva, por exemplo, para noites e vestidos especiais. Sapato branco só para quem é médica, dentista ou fisioterapeuta.

* Aquela velha teoria de que a cor do sapato tem que combinar com a cor da bolsa é… velha teoria. Na prática, você pode muito bem usar um sapato preto com uma bolsa em tom esverdeado, ou caramelo, ou uva. O que não pode é a roupa “brigar” com esses acessórios. Olhe no espelho e veja se as cores estão harmônicas.

* Sapato confortável não quer dizer que você tenha de entrar em lojas que vendem modelos mais indicados para a vovó. Confortável sim, porém bonito e atraente para seus olhos e os dos outros.

* Tênis foram feitos para a prática de esportes, ou para ser usados com jeans e minissaias – se você tiver idade e altura compatíveis. Tênis não combina com terninhos nem saias abaixo dos joelhos. E importante: procure deixá-los sempre limpos para quem não tenham aspecto envelhecido.

Peep toe, aquele sapato com abertura na frente, veio para ficar. Cai bem tanto no verão como em noites não tão frias de inverno. E as grifes têm apostado em várias tonalidades, às vezes até mais de uma no mesmo sapato – uva com dourado, por exemplo.

* Tornozelos mais finos pedem saltos mais altos e torneados; tornozelos mais grossos, saltos mais retos.

* Modelos não faltam, mas as sandálias “rasteirinhas” que mais valorizam os pés femininos são as que têm detalhes em pedrarias. Aposte nelas!

* Se as sandálias chamam a atenção para os pés, as calças precisam ser discretas. Prefira as skinnies.

* Saltos grossos têm de ser altos. Os bem baixos dão ao visual um ar de ultrapassado, “brega”.



Aproveite as dicas....
bjinhos.....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentário das damas........

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...